Mamães de primeira viagem

A maternidade muda a vida de uma mulher do dia para a noite. No começo é assustador: a mulher se sente insegura, acha que não está pronta, que não será uma boa mãe, que o mundo está virando de ponta cabeça, aí então vêm as incertezas. Mas os meses vão passando, a barriga vai crescendo e de repente já não existe mais ninguém além de você e do seu bebê.Mae gravida 1 blogViver essa grande experiência é maravilhosa, mas ao mesmo tempo, pode ser desgastante e cansativa. Por isso, na semana das mães, vamos dar dicas para as mamães de primeira viagem não se sentirem perdidas e sem orientação.

1)  Enquanto o bebê estiver dormindo, aproveite e durma também.Mae e bebe dormindoVia de regra, os bebês tem um sono desregulado e podem dormir mal: acordam durante a madrugada ou dormem demais durante o dia, então, aproveite os momentos em que o neném estiver dormindo e durma também!

2)  Os bebês choram bastante mesmo, não assuste!bebe chorandoOs bebês choram bastante, e segundo a pediatra Leda Amar de Aquino, um recém-nascido pode chorar em média de até três horas por dia. O melhor método de descobrir o porquê do choro é a exclusão mesmo: se você já verificou a fralda, já tentou amamentar, olhou se a roupa não está incomodando ou apertando, e mesmo assim o bebê continuar chorando, espere… Vai passar. Enquanto isso converse com seu “filhote” e tente acalma-lo; garanto: uma hora ele irá se tranquilizar. A técnica de batidinhas leves nas costas, e sons de “shiiiii” rítmicos funcionam muito bem, pois rementem ao recém nascido o período em que eles estavam na barriga da mãe.

3) Amamentação é muito importante

O leite materno é a principal e exclusiva fonte de alimentação do bebê nos primeiros 6 meses de vida. Se o seu filho estiver mamando sempre que nescessário, fique tranquila: nem de água ele vai precisar. A amamentação até os 6 meses de vida protege o bebê de inúmeras formas até a fase adulta. Existem muitas dicas de como facilitar esse momento, procure segui-las.posições-para-amamentar-seu-bebêOuça os conselhos de mães experientes, mas siga também os seus instintos. Inclua o pai nas tarefas diárias com o bebê e crie um vinculo entre pai e filho. Diga não sempre que achar necessário e ouça seu coração.

Ninguém conhece seu filho melhor do que você, e esse amor é para a vida inteira.